Montadora é condenada a indenizar motorista que ficou tetraplégico após falha do airbag

A Volkswagen do Brasil foi condenada em segunda instância a indenizar um motorista que aos 48 anos de idade ficou tetraplégico em um acidente, em Vassouras (RJ), depois que falhou o airbag do automóvel Jetta que ele dirigia quando voltava para casa de sua empresa de ônibus no Sul do estado. Após o acidente, a vítima, que atualmente só movimenta as pálpebras e os olhos, perdeu o controle dos esfíncteres e passou a sofrer de disfunção erétil. Por unanimidade, a 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio decidiu confirmar a sentença de primeira instância, que fixou o valor das indenizações em R$ 2 milhões (danos morais) e R$ 1 milhão (reparação por danos estéticos). Os desembargadores entenderam que se deveria acentuar o caráter inibidor das reparações, considerando ser fato notório que inúmeros carros novos têm sido postos no mercado pela Volkswagen com sérios defeitos capazes de pôr em risco a integridade de consumidores e de terceiros. Processo nº 0026905-19.2012.8.19.0066 JAB
12/09/2017 (00:00)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Bolsa de Valores

Dow Jone ... % . . . .
Bovespa 0,92% . . . .

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,24 3,24
EURO 3,83 3,84

Newsletter

© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia